6 de set de 2015

A saga do silicone - a escolha do médico e a primeira consulta

Silicone. Tipos de incisão. Perfil alto, super alto, redondo, gota. Submuscular, subglandular, dual plane. Periareolar, axilar ou inframamária? Que marca escolher? Onde operar? Tudo isso parece um bicho de 7 cabeças pra você? Pra mim também parecia – pelo menos até poucos meses atrás. Embarque comigo na Saga do Silicone e entenda de uma vez por todas esse mundo de peitões.

Para conferir o primeiro post da Saga do Silicone, papo inicial, clique aqui.

Well. Depois de me informar bastante, resolvi entrar em ação. Pesquisei vários médicos, fui atrás das experiências profissionais de cada um deles e ainda falei com amigas que operaram pela região. Um super trabalho jornalístico. Depois dessa investigação, finalmente decidi qual era a melhor opção pra mim e enfim marquei minha primeira consulta, com um cirurgião que já havia operado uma amiga minha. Para quem é de Novo Hamburgo e região, fica a dica: dr. Rafael Marques de Souza.

A primeira consulta custou R$220,00. O doutor me chamou na salinha dele e perguntou o que havia me levado ali.

- Quero colocar prótese de silicone, doutor. – eu falei, enquanto por dentro gritava QUERO TER PEITOS!

Expliquei da insatisfação que tinha com o tamanho, mas que também não queria nada exagerado. Apenas peitos “legais” e proporcionais com o meu tipo físico. Ele fez algumas perguntas básicas, tipo se eu era alérgica a algum remédio e se já havia feito algum procedimento cirúrgico. Então ele disse:

- Certo, agora vamos ali na outra sala que vou te examinar.

Fomos para a outra sala, onde havia um biombo. Tirei a blusa e o sutiã e voltei para ser examinada. Esse contato inicial com o médico é estranho e constrangedor ao mesmo tempo, mas aí você lembra que ele ganha a vida fazendo isso e se sente mais normal/tranquila. Um pouco mais normal, pelo menos.

Eu, de óculos, saia e peito de fora. E o doutor olhando com uma cara concentrada, tipo alguém tentando resolver uma conta matemática difícil. Ou tentando passar de uma fase especialmente ardilosa do Candy Crush.

Então ele me falou que eu tinha um peito um pouco maior que o outro, mas que isso era muito normal e que minha diferença nem era tanto assim. Algumas mulheres têm tamanhos diferentes entre uma mama e outra, e por isso precisam colocar tamanhos diferentes de próteses, o que não seria o meu caso. Ele mostrou também que a incisão que faria seria a inframamária (no próximo post vou falar sobre as diferenças) e apontou onde mais ou menos ficaria localizada a cicatriz.

Me vesti, voltamos para a sala. Então ele me entregou requerimentos para os exames que eu teria que fazer, mostrou uns silicones para eu ver/apertar, explicou que achava melhor eu colocar por baixo do músculo (também vou falar disso em breve) e ainda tirou as dúvidas que eu tinha anotadas em um caderninho. Me senti bem informada e tranquila – o que é muito importante. Ele falou sobre os hospitais onde operava, recuperação, remédios e, claro, o investimento. No final das contas, a brincadeira não iria sair TÃO cara quanto eu pensava. Uhul :D

E essa foi a minha primeira consulta com o cirurgião. Para quem quer colocar silicone e ainda está se decidindo e pesquisando, fica aqui o que é importante verificar na hora de escolher o médico:

- ele já operou alguém que você conhece ou alguém com quem já tenha falado? Essa questão é interessante, porque você pode questionar as pessoas que conhece sobre o atendimento e os procedimentos realizados.

- ele tem experiência na área e faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica? Isso você pode pesquisar nesse site, acessando “encontre seu cirurgião” e colocando o nome dele no campo de busca. Se o seu médico não estiver na lista, melhor pesquisar um pouco mais.

- ele tira todas as suas dúvidas e dá confiança para você? É importante se sentir a vontade com o médico e ter a sensação de estar sendo bem atendida. Afinal, você não vai fazer uma mera limpeza nos dentes. Estamos falando de cirurgia, que por mais que seja estética e tudo mais, não deixa de ser um procedimento sério!

Se a resposta for sim para as perguntas acima, beleza. Mas se liga: mais do que o tamanho do silicone que você quer colocar, a escolha do médico é uma das decisões mais importante que você vai tomar nessa história de virar peituda, viu?


Por hoje é isso. Nos próximos posts vou falar dos exames que fiz, da segunda consulta com o doutor e dos tipos de silicone. Dúvidas? Pode colocar aqui. Até a próxima! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro comentários! Vamos conversar?